sábado, 26 de janeiro de 2013

O Diário de Marise

Olá pessoas, tudo bem com vocês?? Olhem só, resolvi dar as caras mais cedo hoje... Interessante esse fato, já que sou uma pessoa da night, geralmente meu santo só baixa de madrugada... Me amarrota que eu tô passada!! Tô toda deprimida porque meu cabelo ta uma palha e minhas aulas voltam na segunda... Se continuar assim talvez eu opte por um penteado todo trabalhado no glamour, assim como o da minha amada e toda trabalhada na purpurina, It's Britney, bitch!!




Ok, agora vamos falar de coisa séria! Vamos falar sobre livros!!! Afinal, é por isso que estou aqui, o drama com o meu cabelo irei resolver mais tarde, quando pegar uma tesoura e ameaçar: - E aí cara, qual é a tua? Vai assentar ou vou ter que passar a tesoura?!!! #sentaechora

Vamos lá então: O Diário de Marise






Encontrei esse livro por uma acaso na biblioteca quando me preparava pra ir embora. O agarrei na mesma hora e prometi que ele iria embora dali comigo, fui até o balcão e pedi pra tocar de livro, o cara que me atendeu não fez uma cara legal porque a impressora deu pau na hora em que foi imprimir uma nova fichinha pra mim... Fazer o que, eu tinha que ler aquele livro!!

A história é baseada em fatos reais de uma garota de programa. Sempre tive curiosidade sobre esse mundo e acho que todo mundo tem. Toda mulher sabe que essas garotas são uma fantasia pra grande maioria dos homens. Bom, a história começa quando a personagem engravida aos dezoito anos e sai de casa pra ir morar junto com o namorado. Ela passa por muitos problemas financeiros e sofre muito com a imaturidade do pai da criança ( normal, as mulheres amadurecem muito antes dos homens, alguns deles ). Admirei a força que ela teve em começar do zero e dar a volta por cima. Senti dó dela porque não teve muito apoio da familia no começo, seus pais não gostaram muito da idéia dela ser mãe aos dezoito anos. Se fosse comigo, também não teria apoio de ninguém. Enfim, ela passa por maus bocados pra conseguir sustentar a filha até que um dia resolve entrar nesse mundo... E ai começa a relatar sobre tudo o que vive, as pessoas que conhece nesse meio e o que homens que procuram 'garotas' preferem... Vai por mim, depois de ler esse livro você vai ter a mesma sensação que tive: OS HOMENS SÃO LOUCOS!!  E quem não é?! Muitos deles adoram um fio terra, pode acreditar! Ela começou fazendo programas em um prostibulo e depois passou a colocar anuncios em um jornal de sua cidade, foi ai que começou a ficar conhecida e a ganhar dinheiro. Marise foi a primeira a colocar foto em um anuncio, o que causou um enorme rebuliço, imagine você abrir o jornal e dar de cara com um traseiro na foto... Brincadeira, não foi esse tipo de foto que ela colocou. E se você acha que o dinheiro que elas ganham é um dinheiro facil, você está muito enganado, é o dinheiro mais dificil de se ganhar, é um dinheiro que você tem que dar duro mesmo, literalmente falando!!! Imagine ter de aguentar um cara fedido, bêbado, drogado e que ainda por cima é ruim de cama?! A maioria dos homens são, mas nenhum deles sabem! O pior de tudo são os pão duros que querem desconto até no programa, fala sério, acha que fingir orgasmo é fácil, ainda mais quando o cara não costuma tomar banho... É a treva!!!
Enquanto vai contando sua rotina, ela relata passagens de sua infância e seus amores, ela não tem muita sorte no amor - bateaquêamiga!! - e sobre a vida das garotas de programa que conhece e torna-se amiga, adorei demais a Sol... Ela chega a fazer programa em 'dupla' onde o cara levava uma e se desse mais, levava as duas de uma vez! Como a maior fantasia da maioria dos homens é ver duas mulheres transando, os caras caiam no papo. Mas acredite, elas não curtiam essa 'firula' e enrolavam o cara sem fazerem nada juntas. Ela conta que na maioria das vezes só ficava falando sacanagens no ouvido do cara pra ele gozar logo enquanto sua amiga era curta e grossa: - Mete logo vai, mete gostoso na minha xo#&*@!!! rsrs Dei muita risada com essas coisas, principalmente porque os homens acreditavam que elas estavam gostando quando na verdade estavam é olhando pro relógio pra ver se faltava muito tempo para o programa acabar... Se você pensa que uma pessoa normal faz sexo umas três, quatro ou cinco vezes por semana... Está muito enganado!! A Marise chegava a fazer 13 vezes por dia!!!!! Era de manhã, tarde, noite, madrugada... Meu Deus!!!! É muito pra mim... Esse livro me fez perceber o quanto elas são pessoas frageis e que muitas das vezes tem histórias de vida sofridas, estão nessa vida porque nunca houve oportunidade para uma história diferente. Algumas são usuarias de drogas e trabalham para manter o vício, a maioria trabalha pra sustentar a familia inteira. Pra mim, elas são mais que garotas, elas são heroínas que matam não um, mas dezenas de leões por dia!!

Não deixe de ler esse livro!

#euindico


Miss Queen


E se você ficou interessado (a) em saber como era a Marise que, além desse personagem tinha mais três no curriculo...


Um deles era especialmente para os menininhos que gostavam de apetrechos... Ui!!! Hoje em dia ela não  faz mais programa, virou escritora e tem mais três livros relacionados a esse assunto, além de dar dicas de sexo em um programa de TV. Se quiser saber mais sobre o assunto, joga no Google...

2 comentários: